Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Vida com dois sentidos

Vida com dois sentidos

Amén!

Screenshot_2015-05-11-17-32-30.png

"E não somos bipolares! TPM – Tensão Pré Menstrual, ou como gosto de dizer, Tudo me Põe Maluca. Sinto que é meu dever, como mulher, defender com unhas e dentes o nosso direito à TPM. Esse direito não tem sido respeitado, uma vez que muitos são aqueles que a descredibilizam, dizendo que a confusão de coisas que sentimos durante aqueles dias é “psicológico” ou “mania de gaja”.

Alerto-vos para não dizerem isso a nenhuma mulher com TPM (digam-no nas costas, é mais seguro) porque não nos responsabilizamos por NADA do que possamos dizer ou fazer durante essa altura do mês. Aliás, tenho até algumas dicas de coisas que não deverão fazer junto de uma mulher com TPM, tipo, NUNCA.

– Comer um chocolate, perto da mulher com TPM, sem ter a intenção de o oferecer. É a mesma coisa que atiçar um leão com um naco de carne. Não façam isso.

– Fazer qualquer comentário à forma física da mulher com TPM. Sim, mesmo que seja um elogio, ela não vai entender e vai conseguir virar isso contra vocês. Exemplo de elogio proibido: Essa saia vermelha fica-te muito bem. Reação da gaja com TPM: Se me queres dizer que a saia que vesti ontem, a preta, me faz parecer gorda, diz duma vez. Mas não venhas com rodeios!

– Pedir em casamento uma gaja com TPM mesmo que saibam que ela vai dizer que sim. Provavelmente, mesmo que vos ame, dirá que não, só mesmo para contrariar. Exemplo de pedido de casamento proibido: Queres casar comigo, amor da minha vida? Reação da gaja com TPM: Só pediste agora porquê? Estavas com dúvidas, era? – Última mas não menos importante. Jamais façam esta afirmação – Estás com TPM. Vocês sabem que ela está com TPM, ela sabe, os vizinhos do andar de cima também mas isso não pode ser dito em voz alta. Ok? Funciona assim. Não sei bem porquê. Não tentem. Acreditem em mim. Depois de vos dar alguns exemplos (e de vos ter assustado) mantenho, mesmo assim, a convicção de que merecemos esta TPM. Eu sempre me considerei uma pessoa equilibrada, por isso, acho perfeitamente justo ter alguns dias em que não o sou. Claro que nós gajas com TPM estranhamos que, durante esses dias, os namorados tenham “mais trabalho”, “ou reuniões de última da hora”, sabemos que fogem de nós como o Cavaco foge das declarações públicas mas, apesar de tudo isso, defendo a nossa TPM – sobretudo porque não tenho outra hipótese. Não tem cura, aparece todos os meses e mais vale aceitar e assumir do que negar as evidências: Não tenho como fingir que não estou desequilibrada, quando sou apanhada a chorar com todas as publicidades que metam cães, crianças e idosos, ou quando abro todos os armários da cozinha, vinte vezes cada um, sabendo perfeitamente que não há mais chocolate e tudo isto às duas da manhã. Perdoem-nos o mau feitio. Somos tudo e mais alguma coisa e sentimos tudo ao mesmo tempo. Mas estavam à espera de quê? Somos mulheres e as mulheres têm a capacidade incrível de viver com diferentes estados de alma ao mesmo tempo mas não será porque o Mundo nos exige sempre tanto? Iremos sempre chorar ao mesmo tempo que rimos, iremos sempre abraçar mesmo quando só nos apetece esbofetear, iremos sempre discutir, quando só queremos um abraço, iremos sempre andar de salto alto, mesmo que tenhamos umas sabrinas na mala e só as queiramos calçar. Iremos sempre ser uma grande confusão mas não será porque o Mundo nos exige sempre tanto? LIBERTEM A TPM."

Por Marine Antunes

Texto tirado de maria capaz